13/07/2017 - Migração do sinal de Internet pode causar interferência na TV aberta
Migração do sinal de Internet pode causar interferência na TV aberta

Possibilidades são mínimas, mas existem devido à proximidade das torres de transmissão e pela utilização de amplificadores


Com o sinal de televisão analógico sendo desligado em várias cidades, as operadoras já podem pedir autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para usar a faixa de 700 MHz - que antes era usada pela TV analógica — para transmitir o sinal de Internet 4G, também chamado de LTE. Mas, a partir do momento que o 4G passar a ser transmitido em 700 MHz, há o risco de o sinal de Internet interferir no sinal digital de televisão aberta, causando problemas como congelamento de imagem e estalos no som da TV.

A possibilidade de interferência existe nos domicílios que estão próximos às torres que passaram a transmitir o sinal de Internet 4G na faixa de 700 MHz e naqueles que utilizam amplificadores externos nas antenas de recepção do sinal de televisão digital aberta.

Nesses domicílios, existe o risco de o sinal de Internet causar interferência nos sinais digitais de televisão aberta. Os problemas que podem acontecer são imagens quadriculadas, congeladas, com chuviscos ou “fantasmas, estalos no som e ausência de canais, imagens ou áudio”.

Apesar do risco de interferência, a TV Perfeita — entidade criada pelas operadoras a pedido da Anatel para acompanhar o processo de migração do sinal de LTE — afirma que o risco é mínimo. O diretor da instituição, Gunnar Bedicks, explica que não foi identificada nenhuma interferência no sinal digital de TV aberta nos municípios em que já houve a ativação do 4G na faixa de 700 MHz.

“O nosso sistema de televisão digital e os nossos conversores já foram projetados com maior robustez para suportar uma intensidade maior de interferência”, afirma Bedicks. Ele diz que mais de 4 milhões domicílios já convivem com o sinal de LTE em 700 MHz e que em nenhum deles foi identificado ou relatado problemas com interferência por causa da migração.

Mas, apesar das possibilidades mínimas, a TV Perfeita vem fazendo um trabalho de orientação e visitas técnicas nos municípios em que está acontecendo a migração. O trabalho é necessário porque, nos países que já passaram pelo processo, houve relatos de interferência na TV aberta.

O trabalho é chamado de mitigação preventiva e corretiva. Ele acontece a partir do momento que a operadora solicita a faixa de 700 MHz para transmitir o sinal de banda larga móvel de quarta geração. A TV Perfeita faz, então, um trabalho de comunicação, com duração de 30 dias, informando à população da mudança e as possibilidades de interferência.

Terminada essa etapa e com o sinal verde da Anatel para ativação do 4G em 700 MHz, começa a mitigação corretiva. As operadoras ativam o sinal na nova faixa e a TV Perfeita trabalha fazendo visitas técnicas naquelas residências que identificaram interferências na TV digital aberta. A população pode fazer o pedido de visita técnica pelo telefone 0800-670-1010 ou pelo site http://www.tvperfeita.com.br.

Os técnicos vão até o domicílio identificar a causa do problema. Na maioria dos casos, a interferência é causada por instalação incorreta da antena ou por causa de alguma obstrução na recepção do sinal. Se o técnico perceber que o problema é causado mesmo porque o sinal de 4G passou a ser transmitido na faixa de 700 MHz, ele instala filtros para eliminar a interferência.

Bedicks afirma que já foram realizadas 1031 visitas técnicas e que em 1009 as interferências eram causadas por problemas de instalação na antena, cabo ou conector. Nos outros 22, tratava-se de problemas técnicos diversos, como problemas nos equipamentos.


E quando a minha cidade vai passar pelo processo?

Não é possível saber exatamente quando a sua cidade vai passar pelo processe do migração do sinal de Internet para faixa de 700 MHz. Isso porque, ao contrário do que acontece com o processo de desligamento do sinal da TV analógica, não há um calendário com cronograma e datas específicas para a migração.

O que se sabe, segundo dados que constam no site da TV Perfeita, é que 28 cidades do país já contam com o sinal de 4G ativado na nova faixa, enquanto outros 335 municípios aguardam ou a fase de testes (mitigação preventiva e corretiva) ou a liberação Anatel para fazer a ativação. Os demais precisam aguardar a entrada na lista de espera.

E a entrada da lista de espera só acontece depois de três etapas. São elas: o desligamento do sinal de TV analógico, o remanejamento dos sinais digitais de televisão aberta e o pedido por parte das operadoras e a respectiva autorização da Anatel para usar a nova faixa. Em média, a migração acontece nove meses após o desligamento do sinal de TV analógico.
27 de

Fonte: www.gazetadopovo.com.br/economia/